MENU
  • Leonardo Araújo Redator D-Logic

HOME STAGING, DESIGN E ESTRATÉGIA


O Home Staging, design e estratégia, devem ser alinhados para funcionar como uma poderosa ferramenta para influenciar na decisão dos clientes que queiram comprar um imóvel.

PREPARAR O IMÓVEL

A venda de um imóvel é composta por muitas variantes. Contudo, o preço, sem dúvida, é o item mais levado em conta por quem quer comprar um imóvel. Neste sentido, as técnicas de Home Staging, design e estratégia, podem facilitar a percepção de valor pelos clientes.

Design

Beleza e design

Porém, a localização, tamanho, funcionalidade e gostos pessoais dos clientes, são alguns dos fatores que também são levados em conta na negociação imobiliária.

Apesar disso tudo, a aparência do imóvel também é importante para conseguir impressionar os compradores. Neste contexto, o Home Staging cresceu muito de importância nos últimos anos.

 

VALORIZAÇÃO DO PRODUTO

O Home Staging nada mais é, do que a preparação do imóvel para valorizar os ambientes e criar o cenário ideal para a comercialização do empreendimento. Frequentemente, através de técnicas diversas, cria-se uma atmosfera positiva para a realização de negócios.  

Harmonia e organização

Simplicidade e bom gosto

Assim, o projeto de design, os móveis, a limpeza dos ambientes e as condições estruturais do imóvel, são um conjunto. Logo, tudo é pensado e constituído para que o cliente consiga imaginar ali o seu lugar. Esta estratégia serve tanto para imóveis residenciais, quanto para os comerciais.

 

BELEZA E ESTRATÉGIA ALIADAS

A aparência é muito importante, porém, deve vir acompanhada de uma estratégia de marketing. A faixa de preço do imóvel e a definição do público-alvo, são fundamentais para traçar o planejamento de Home Staging de cada imóvel.

Além disso, o tipo de empreendimento, deve ser levado em conta na estratégia de venda. Todavia, se for um imóvel mais antigo, não adianta criar uma decoração ultramoderna, pois isso poderá parecer estranho para os visitantes.

Planejamento

Planejamento é fundamental

Nesse sentido, o contrário também deve ser observado. Um imóvel moderno e sofisticado com uma decoração vitoriana, igualmente pareceria inadequado para os clientes.

 

QUANDO E COMO UTILIZAR O HOME STAGING

Por outro lado, o Home staging não é necessariamente aplicável em todas as situações de venda. Observe o custo-benefício do projeto, afinal de contas, preparar os imóveis pode custar caro. Tudo depende de como este projeto será constituído e o público-alvo. 

Luxo

Quarto planejado

As Casas Abertas são excelentes oportunidades para divulgar um imóvel e aplicar o Home Staging. Apesar de ser importante, muitos agentes do mercado não possuem recursos para investir em Home Staging.

Então, uma dica para ajudar com isso é, utilizar o mobiliário já existente nos imóveis para causar uma boa impressão.

Porém, se os valores não forem o problema, procure uma empresa especializada nestes tipos de projetos, para ajudar a preparar o imóvel. 

 

UMA ÓTIMA FERRAMENTA, MAS NÃO É TUDO!

Em suma, o Home Staging é uma poderosa ferramenta para influenciar na decisão dos clientes. Porém, isso não vende o imóvel por si só! Se o produto não for bom, ou o consultor não estiver preparado para dar suporte ao cliente, dificilmente uma boa decoração ajudará no fechamento do negócio.

  • Leonardo Araújo Redator D-Logic
Open chat